Caro(a) leitor(a), este artigo escrito por Dr. Evandro de Oliveira Cunha, médico urologista do Hospital Urológico de Brasília, nos explica o problema de disfunção erétil (impotência sexual) como um marcador de doença cardiovascular. Acompanhe:

Estudos holandeses publicados no International Journal of Impotence Research  sugere que a disfunção erétil deve ser incorporada dentro dos padrões de riscos para doenças cardiovasculares no homem. De acordo com os pesquisadores, a disfunção erétil compartilha dos mesmos fatores de riscos das doenças cardiovasculares, por exemplo: idade, fumo,diabetes mellitus, hipertensão arterial e hiperlipidemia.

Assim sendo a disfunção erétil pode significar um alarme cardiovascular, ou seja,  o paciente com disfunção erétil pode num futuro próximo ter um evento cardiovascular, sendo a disfunção erétil um sinal inicial. Os pesquisadores realizaram um estudo prospectivo em 1248 homens com idade entre 50 e 75 anos com história de doenças cardiovasculares e descobriram que 2 em cada 6 homens apresentaram quadro de disfunção erétil iniciada há aproximadamente 5 anos antes do evento cardiovascular.


Dr. Evandro de Oliveira Cunha – Diretor Geral – Hospital Urológico de Brasília


Gostou? Então curta, compartilhe e comente!!

Abraços…

Wanessa R. Passos
Papo de Respeito
www.papoderespeito.com.br

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close